A esperança continua a ser Rosa Weber

quarta-feira, dezembro 26, 2018




A coluna Painel da Folha de S.Paulo registra que, depois da rejeição do habeas corpus a Lula pelo colegiado do Supremo Tribunal Federal - STF, Celso de Mello e Dias Toffoli, pessoalmente contrários à prisão de condenados em segunda instância, deixaram de libertar presos na mesma condição do petista. Mas eles não devem mudar de posição pessoal até 10 de abril de 2019, quando o Supremo Tribunal Federal - STF voltará a julgar a prisão em segunda instância. A esperança continua a ser Rosa Weber.
 

Voce pode ler também

0 comentários