Venezuela: tortura e inflação de 1.698.000%

quarta-feira, janeiro 09, 2019



A hiperinflação na Venezuela nos 12 meses de 2018 chegou a inacreditáveis 1.698.000%. O cálculo foi divulgado nesta quarta-feira (09/01), pela Assembleia Nacional da Venezuela, de maioria opositora ao ditador Nicolás Maduro.

Não há cálculo oficial da inflação pelo banco central do país. De acordo com os parlamentares, em dezembro os preços aumentaram, em média, 141,75%, o que se traduz em uma inflação diária de 3%.

Também hoje, a Human Rights Venezuela ONG divulgou um relatório que denuncia a tortura de civis e militares acusados de "conspirar" contra Maduro. É esse desastre – econômico, humanitário e democrático – que o PT - Partido dos Trabalhadores insiste em prestigiar.



Fonte: O Antagonista

Voce pode ler também

0 comentários